"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Santander é condenado a indenização coletiva de R$ 400 mil por assédio moral

Santander não pode ameaçar empregados 

 

A 9ª Vara do Trabalho de Maceió condenou o banco Santander, atendendo denúncia do Ministério Público do Trabalho em 2012, após comprovação de denúncia  de cobrança abusiva de metas e a exposição de empregados a ameaças e situações humilhantes e vexatórias.

O assédio também era praticado por gerentes do banco, que falavam palavrões, ameaçavam os funcionários de demissão e os constrangiam diante de colegas de trabalho, com o intuito de pressioná-los a cumprir metas,  utilizando expressões como “cabeças vão rolar” e “peças vão ser trocadas”.

Um curso sobre assédio moral e abuso de poder diretivo também terá que ser oferecido pelo Santander, por 2 anos, para seus gerentes e supervisores. e em caso de descumprimento, será cobrada multa de R$ 20 mil por item infringido.

Fonte: Bahia Negócios

Nenhum comentário:

Postar um comentário