"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quarta-feira, 24 de setembro de 2014

A verdade sobre o assédio moral

Documentário dos Bancários de Porto Alegre evidencia cenário de pressão nos bancos

 

O documentário "Quem está doente é o banco - A verdade sobre o assédio moral", realizado pelo Sindicato dos Bancários de Porto Alegre, já está disponível no Youtube e vale a pena ser assistido. O vídeo de 36 minutos mostra o drama, o sofrimento e o impacto sobre a saúde do trabalhador a que estão submetidos os bancários em seus locais de trabalho.

> Clique aqui para ver o documentário

A produção é do Coletivo Catarse e os personagens são homens e mulheres que adoeceram no trabalho bancário e contam as suas histórias de sofrimento. Sofrimento, aliás, que, muitas vezes, nem sabiam que estavam passando. Fica transparente a relação de causa e efeito entre assédio moral e casos de afastamento por adoecimento psíquico de bancários.

Lançamento

A sessão de estreia aconteceu no último dia 8, no CineBancários, na capital gaúcha, com a presença de bancários e integrantes do Grupo de Ação Solidária (GAS), do Sindicato, e representantes de entidades, como a Contraf-CUT.

> Clique aqui para ler a notícia do lançamento.

Após a exibição, houve um debate com a participação da doutora em psicologia da UFRGS, Maria da Graça Jacques, da juíza auxiliar da Corregedoria do TRT 4ª Região, Andrea Nocchi, do ex-presidente do Sindicato, Mauro Salles, e do produtor do Coletivo Catarse, Marcelo Cougo.

Eles chamaram a atenção para a responsabilidade dos bancos, salientando a necessidade do fim das metas abusivas, do combate ao assédio moral e da mudança da gestão das empresas para proteger a saúde dos trabalhadores.

Nesta quinta-feira (18), o documentário foi exibido no auditório da Contraf-CUT, em São Paulo, durante a reunião do Coletivo Nacional de Saúde do Trabalhador, mostrando para dirigentes sindicais de todo o Brasil o drama do assédio moral na vida dos bancários.

Fonte: CUT

Nenhum comentário:

Postar um comentário