"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


terça-feira, 20 de maio de 2014

Servidores do Detran de Mato Grosso denunciam 'assédio moral' e más condições de trabalho

Os servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/MT) denunciaram que estão sendo obrigados a trabalhar em condições precárias, com riscos a saúde. Os trabalhadores chegaram a interromper o atendimento em sinal de protesto, na manhã desta sexta-feira (9).

De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran), Veneranda Acosta, o local está recebendo uma reforma no mesmo horário de funcionamento da unidade. Ela afirmou que a empresa tem utilizado produtos químicos na reforma, com isso diversos servidores estão passando mal, segundo a sidicalista.

“Esta é a terceira vez que passamos por isto. Está virando rotina do Detran fazer reformas no horário de trabalho. Na primeira vez lixaram as paredes e a poeira se espalhou para o ar-condicionado central da sede, atrapalhando até mesmo a visibilidade. Agora estão usando solventes, tipo thinner, que, como obtemos em um laudo, é um produto tóxico e cancerígeno”.

Veneranda afirmou que já há diversos casos de intoxicação em servidores de unidades do interior do estado. Segundo ela, obrigar os trabalhadores a atuarem nestas condições se caracteriza como assédio moral.

Conforme o diretor de Veículos do Detran, Carlos Miranda, a denúncia não procede e nenhum servidor está sendo obrigado a trabalhar. Segundo ele, a utilização do produto químico foi um equivoco da empresa contratada, que já estaria sendo punida por isto. Mesmo assim, ele afirmou que as atividades seguirão normalmente.

Fonte: Cenário MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário