"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Avianca é acusada de demitir negros e gays

O portal Brasil 247 publicou reportagem sobre denúncias de assédio moral contra a empresa aérea Avianca. Segue abaixo a matéria:


O Sindicato Nacional dos Aeroviários - subsede Bahia denunciou a Avianca à Secretaria Regional do Trabalho e Emprego (SRTE-BA) por "prática constante" de assédio moral contra funcionários e por demitir "gays, negros, sindicalizados e também por ter praticado ato que caracteriza intolerância religiosa".

"São fatos como chamar à atenção dos funcionários na frente de colegas e usuários, ameaçar de demissão por suposta baixa de rendimento, xingar de 'lerda' e 'burra' na frente de colegas e usuários, entre outros. Isso resulta em trabalhador chorando e sem vontade de retornar ao seu posto de trabalho", diz o sindicato em nota enviada ao site Bahia Notícias.

Sindicato dos Aeroviários diz ainda que enviaram dois e-mails à sede da companhia aérea, mas o remetente foi "orientado a não continuar a denúncia, caso contrário seria perseguido e demitido".

"Tem ainda as constantes demissões, que atingem, em quase sua totalidade, negros e homossexuais, em uma clara política discriminatória. A empresa também vem demitindo injustificadamente membros do Sindicato dos Aeroviários e caminha para ser a empresa aérea mais antissindical do Brasil".

Nota relata ainda episódio em que um usuário teria sido barrado por conta da inserção de seu cargo religioso no seu nome. "Nada disto aconteceria se não houvesse participação da chefia local, além de conivência, omissão e falta de ética profissional na Avianca", diz nota do Sindicato dos Aeroviários.

Posição da empresa

Em comunicado, a Avianca declarou que repudia, "veementemente qualquer ação que viole os direitos dos cidadãos e despreza qualquer manifestação preconceituosa". A empresa informa ainda "que desconhece a existência de denúncia, o que a impede de tecer comentários sobre as matéria veiculadas a respeito".

Com informações da Brasil 24


Fonte: vermelho

2 comentários:

  1. Srs,

    Somente uma correção a ser feita, esta denúncia foi feita pelo Sindicato Estadual dos Aeroviários da Bahia (Sindiaero) e em breve estaremos ampliando e divulgando todos os materiais que temos para que seja provado o que estamos denunciando. Estamos buscando a dignidade e o respeito ao trabalhador, pois acreditamos que isto deva ser considerado parte imprescindível nas relações não só de trabalho, mas sobretudo nas relações humanas.

    Junot Lessa
    Dir. Comunicação
    Sindiaero - Bahia
    E-mail Sindiaero.ba@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos pela informação, se puder nos passar o link da denúncia faremos um adendo ao post.
    Gratos
    Assediados

    ResponderExcluir