"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Executiva processa chefe após ser chamada de Susan Boyle nos EUA


Laura Ziv disse que sofreu assédio moral por várias vezes no trabalho. Ação pede indenização de US$ 6 milhões pelo transtorno causado.

Uma executiva de Manhattan, nos Estados Unidos, está processando seu chefe por assédio moral após ser chamada de gorda e de Susan Boyle por várias vezes na frente dos funcionários.
Laura Ziv entrou com uma ação no judiciário contra Herve Pierini na última terça-feira (27), pedindo indenização de US$ 6 milhões por conta das agressões verbais sofridas no trabalho. A executiva também relatou que teve problemas de saúde ocasionados por sua pressão subir após cada insulto.
De acordo com o jornal "NY Daily News", Ziv disse que esse assédio começou no ano de 2010, quando ela se teria se recusado a se unir a ele no lançamento da própria marca dele, o que provocaria o "roubo" do maior cliente da empresa em que eles trabalham.
Herve Pierini também teria acusado a executiva de mentir sobre sua idade. O rapaz foi afastado do trabalho e Ziv recebeu elogios e até mesmo aumento salarial por fazer a denúncia.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário