"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Assédio é tema de palestra em congresso sobre a carreira jurídica

Promotora de Justiça Anabel Mendonça abordará o assunto em evento da Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ)


Manaus - A promotora titular da 33ª Promotoria de Justiça especializada em Direito da Família, do Ministério Público do Estado (MP-AM), Anabel Vitória Mendonça, é uma das palestrantes do 21º Congresso Nacional da Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ), onde vai falar sobre assédio moral e sexual no ambiente de trabalho, incluindo o Judiciário. O evento será realizado entre os dias 12 e 14 de setembro, em Manaus.

Na palestra intitulada ‘Assédio sexual e moral: Uma realidade sub-reptícia a ser combatida’, a promotora Anabel Mendonça vai apresentar um quadro da realidade vivida, principalmente, nos ambientes de trabalho dos mais diversos setores.

Para Anabel, um dos pontos mais importantes é fazer a distinção entre assédio moral e assédio sexual. “Todo assédio denota o raciocínio de que alguém, ou está intimidando outra pessoa, chantageando, ou está gerando uma situação de impor uma pessoa a uma inércia no trabalho, para que ela possa fazer o que aquele assediador almeja”, explicou.

Segundo Anabel, a diferença entre assédio sexual e moral é tênue. “O sexual é a mesma coisa que o assédio moral, porém, com conotação sexual. O que pode ocorrer, e que é muito comum, é que a pessoa assediada sexualmente pode vir depois a ser assediada moralmente, quando ela não se queda ao assédio sexual”, esclareceu.

“Existem pesquisas que falam em 40% de mulheres que sofrem algum tipo de assédio, outras que dizem que são 70%, não dá para se ter um fato concreto sobre isso”, disse Anabel, afirmando a falta de credibilidade de pesquisas.

Fonte: D24am

Nenhum comentário:

Postar um comentário