"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quarta-feira, 26 de junho de 2013

Sindicato de Jundiaí protesta contra o assédio moral na agência empresarial do Banco do Brasil

O Sindicato dos Bancários de Jundiaí e Região paralisou, nesta sexta-feira 14, a agência empresarial do Banco do Brasil, localizada na Vila Virgínia próxima à Av. Nove de Julho, até o meio dia e realizou um ato para denunciar o assédio moral que vem sendo praticado contra os funcionários por um gestor da agência.

Entre as principais denúncias feitas pelos bancários estão: pressão sem limites para o cumprimento de metas feitas inclusive com o uso de palavras obscenas, imposição de jornada extra sem pagamento de horas extras, limitação do uso do banheiro para uma vez ao dia, ameaças de transferência para quem reclama, entre outros abusos.

A falta de respeito e o assédio moral são tão fortes dentro desta agência que ela já foi apelidada de “inferno” pelos funcionários, inclusive de outras agências. Para criticar de forma irônica essa situação lamentável, o Sindicato realizou um ato lúdico em frente à agência, colocando duas pessoas caracterizadas como “demônio” (sinalizando o assediador) e “santo” (sinalizando a luta contra o assédio).

“O Sindicato não vai tolerar esse tipo de situação que tanto mal está causando aos funcionários da agência, levando muitos inclusive a ter que tomar remédio de tarja preta. Estaremos ao lado dos companheiros denunciando essa prática criminosa e exigindo que ela pare imediatamente ou que o assediador seja afastado do banco”, afirma Silvio Rodrigues da Silva Santos, funcionário do Banco do Brasil e diretor do Sindicato.

Fonte: FeTeCSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário