"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


domingo, 23 de junho de 2013

Republicações 7




Relato 7  (Ainda não terminou)


"É interessante notar que o assédio moral é um fenômeno social e que só recentemente foi pesquisado a fundo por especialistas. Dentre eles a Marie-France Hirigoyen que recomendo a leitura de seu livro onde ela  faz uma análise de toda a ação perversa que há por trás deste tipo de violência. Perceba você, então, que falamos de um padrão comportamental, ou seja, a repetição e reiteração de práticas que são manifestadas pelo  agressor. 
E daí? Você pode perguntar, o que eu tenho a ver com isso? Se você pensar que pode estudar e conhecer a estratégia do agressor e anulá- la, tudo.
Dois outros livros me ajudaram muito nessa reviravolta contra os assediadores: A arte da guerra de Sun Tzu e Mentes Perigosas da Dra Ana Beatriz Barbosa Silva. No Blog eu deixo muito claro a relação psicopática de determinados assediadores. 
E mais uma vez o que isso tem a ver? depois que eu passei a abordar minha situação de assédio do ponto de vista do agressor, isto é, conhecendo-o a vida deles nunca mais foi a  mesma (risos). A minha também!
Passei então a adotar as estratégias de guerra do milenar general e comecei um processo gradual de neutralização e vitória sobre eles. Eu sou empregado público e já era pra ter sido demitido por justa causa a muito tempo, mas isso não ocorreu. Para um psicopata, nada é mais frustrante do que armar esquemas e estes não funcionarem. Veja que estou falando de gente sem escrúpulos, corruptos, criminosos de colarinho branco etc.
Mas, tudo tem um preço. O meu: mais de dois anos de depressão e uma tentativa frustrada de suicídio, pra azar de meus inimigos.
A principal estratégia deles é te isolar pra que você sinta a solidão da violência. No seu caso, isso já não está funcionando já que estamos aqui trocando experiências. E essa é a idéia.
Para uma vítima de assédio, cada passo é o mais importante. 
A reversão é gradual, demora pra ser amenizada, tem que ter paciência.
Comigo ainda não acabou. Nem com a denúncia no MPT. 
Mas, eles, hoje, estão, digamos, mais assustados comigo. Quando souberam que eu estava cursando Direito entraram em desespero e isso me foi verbalizado aos berros dentro da sala de um gerente (risos).
Busque dentro de você uma força interior inabalável: eles não resistem a isso. Detalhe, só estão te atacando porque sentiram-se ameaçados por você.
Um forte abraço"

Nenhum comentário:

Postar um comentário