"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quinta-feira, 7 de março de 2013

Administração persegue opositores


Denúncia feita no início da semana por grupo de funcionários relata perseguição e assédio moral 


Por IVAN GOMES
ivan.gomes@bomdiaitatiba.com.br

Um grupo de funcionários da Prefeitura de Itatiba entrou em contato com o BOM DIA sobre possível perseguição política e assédio moral em local de trabalho. Os funcionários, concursados, reclamam sobre troca de postos de trabalho por motivos eleitoreiros. “Tudo o que vem ocorrendo, deve-se ao fato de muitos de nós não sermos filiados a partidos que integram a base de apoio do prefeito João Fattori (PSDB) e disputarmos as eleições do ano passado na chapa de oposição”, disse um funcionário.

Outro reclama sobre a troca de cargos que tem ocorrido de maneira apenas para prejudicar os funcionários da oposição. “Para nós a eleição terminou em 7 de outubro, mas para determinadas pessoas da administração parece que não. Há funcionários com muitos anos de carreira que estão sendo retirados de seu local de trabalho para dar vaga a pessoas que apoiaram os candidatos de apoio do prefeito”, afirmou.

As trocas, segundo os funcionários, tem sido determinantes na qualidade do atendimento ao público. “Há muitos funcionários por comissão e com isso, o público que necessita de nossos serviços é prejudicado. As mudanças não têm ocorrido em uma única pasta, elas estão em todas, na Saúde, Educação, Administrativo. É uma vergonha a maneira como a atual administração trata os funcionários de carreira”. 

Como tem sido comum, os funcionários pediram para não ser identificados. “Se estamos sofrendo sem reclamar, imagine aparecendo na mídia. A perseguição será dez, cem vezes pior. Tem colega de trabalho que está com problema de saúde devido ao assédio que tem sofrido”, reclamou.

Uma funcionária disse que além da perseguição no local de trabalho, alguns têm sofrido em redes sociais. “Você não pode pensar, não pode reclamar, criticar, não podemos nada. Parece que sempre tem um ‘vigia’ na rede e se você posta algum comentário, imediatamente sofre alguma retaliação. Tenho medo do prefeito, ele é muito ditador”, encerrou a servidora.

SINDICATO/ Ontem, o BOM DIA ouviu o advogado Rodrigo Francisco, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itatiba e Morungaba. De acordo com Francisco, a entidade não recebeu nenhuma denúncia sobre perseguição política. “Não houve reclamações sobre perseguição política. Recebemos alguns casos individuais sobre assédio moral”, disse o advogado.

Francisco disse também que perseguição e retaliação são referentes a assédio moral. “A pessoa que se sente prejudicada, tem que procurar um advogado para orientá-la sobre as medidas cabíveis. Se os fatos forem confirmados, a pessoa tem que acionar a Justiça”, declarou.

Sobre a reclamação atual, o advogado disse que os funcionários podem procurar o sindicato, pois somente com denúncia, o departamento jurídico poderá entrar com alguma ação judicial. “Se o caso for coletivo, as pessoas terão seus nomes preservados. Mas se precisar entrar com ação individual, aí a pessoa precisará se expor. Mas, peço que os funcionários que estão com esses problemas, nos procurem”, encerrou Francisco. 

Fonte: Bom Dia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário