"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


terça-feira, 13 de novembro de 2012

Metade dos policiais sofre assédio moral em AL, diz Sindpol



Sindicatos dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) lançou, na sexta-feira, 26/10 , uma cartilha com o tema “Assédio Moral dentro da Polícia Civil é Crime”. A apresentação ocorreu durante palestra que abordou o assunto, seguida de uma mesa-redonda. Segundo o sindicato, 50% dos policiais sofre esse tipo de agressão no Estado. 

“Nosso objetivo é fomentar uma nova visão sobre o problema entre os profissionais de segurança”, revelou o vice-presidente do Sindicato, José Edeilto. “Há várias formas em que se manifestam, como quando revestida de ameaça, opressão, pressão, humilhação, deboche, isolamento ou acúmulo de trabalho”, descreveu o sindicalista. 

Muitos profissionais, segundo o sindicalista, sequer têm noção de que sofreram tal abuso. “É inadmissível, por exemplo, que um agente esteja lotado como motorista de um chefe. Além disso, muitas vezes os chefes adotam, como medida punitiva, a transferência dos agentes para o interior. E isso também se manifesta como assédio, dependendo da forma em que o remanejamento foi realizado”, emendou. 

Ainda segundo Edeilto, uma das consequências de quem sofre esse tipo de violência se reflete nos transtornos físico e psicológico do servidor. “Levantamos que 50% dos agentes de polícia são vítimas desta violência”, revelou o vice-presidente do Sindpol, acrescentando ter orientado os policiais a adotar dotar duas medidas. 

“Administrativamente, o agente público pode procurar a Corregedoria da Polícia Civil. Já no âmbito jurídico, ele deve formular denúncia junto ao Ministério Público”.

Fonte: http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=326116&e=12

Nenhum comentário:

Postar um comentário