"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


terça-feira, 2 de outubro de 2012

Bradesco é condenado a pagar R$ 800 mil por assédio moral


A 9ª Vara do Trabalho de João Pessoa condenou o Bradesco a pagar uma indenização de R$ 800 mil pela prática de assédio moral, discriminação e demissões abusivas contra funcionários. A decisão, divulgada em 30 de agosto, é resultado de uma ação civil gerada por denúncias da Vara do Trabalho de Santa Rita (PB). Segundo a procuradoria, os bancários eram classificados, por produtividade, em três grupos: o dos bambambans", "meiabocas" e "tartarugas". A prática foi considerada “agressiva e humilhante” pela Justiça, e um "dano à integridade emocional" dos funcionários.

De acordo com a procuradoria, o inquérito civil apontou ainda que a "prática de metas" era reiterada pelos bancários, e combinada com humilhações aos que não as alcançassem. "O comportamento do assediante não incomoda apenas o empregado atingido, mas todos que trabalham no mesmo ambiente, que se revela absolutamente conflitivo, altamente tenso e, por tudo isso, inadequado para todos", relatou o procurador Cláudio Cordeiro Queiroga Gadelha.

Redação Relatório Bancário

Fonte: Sindbancarios

Nenhum comentário:

Postar um comentário