"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Relato 23 ( Assédio Moral no Trabalho e CIPA)

Sou Márcio*, tenho pouco mais de 40 anos e estou aqui para contar a vocês a minha história. 

Tive o prazer de conhecer o trabalho deste blog em relação às questões de assédio moral no trabalho, e a identificação com a minha vida foi inevitável. Agradeço por todos os contatos que tivemos, pois suas palavras me encheram de esperança e através de vocês, tenho hoje a certeza de que não estou sozinho.

Fui metalúrgico há alguns anos atrás, mas em 2009, devido à crise econômica de 2008, mudei para o setor alimentício e iniciei minhas atividades no interior de Minas Gerais. Fui contratado como encarregado de fábrica, no 3º. Turno, onde tinha cerca de 50 pessoas subordinadas a mim, com inteira responsabilidade em segurança, metas e produtividade. 

Sempre fui um líder tido como carismático dedicado à Empresa e a atender as necessidades da equipe. Em outubro de 2010, com muita resistência da Empresa, fui eleito como o mais votado para representar os trabalhadores na CIPA. Desde então minha vida se tornou um inferno. 

Dias após a contagem dos votos fui afastado das minhas atividades de encarregado e passei a ser um “suporte” para a produção. Minhas atribuições passaram a ser buscar vassouras e outros produtos no Almoxarifado.

A empresa fez de tudo para me obrigar a pedir demissão. Trocas de horário, negação do vale transporte, cancelamento de férias – dias antes – sem qualquer motivo, impedimento de acesso às atas  de reuniões da CIPA, e outros. 

Imagens reais do ambiente de isolamento
Felizmente, pude contar com a solidariedade de um colega, antigo subordinado, que, indignado, gravou o que me estava acontecendo. Guardei e-mails, documentos e fotos que, hoje, comprovam minhas denúncias.

Neste período, ao buscar produtos químicos para o operador da caldeira, por falta de treinamento, tive as duas pernas queimadas por produto corrosivo.

A Empresa não me encaminhou ao médico do trabalho, fez de tudo para abafar o ocorrido e me afastar definitivamente do contato com os trabalhadores. 

Para dar continuidade ao meu isolamento colocaram-me em um quartinho fechado, com uma pequena janela para exercer as atividades de entrega de material. Fui mantido nesse ambiente insalubre por quase um ano, sem água potável e exposto a muitos produtos de risco, inclusive Peróxido, que é um explosivo.

Diante de todo o isolamento e constrangimento sofridos, minha saúde mental foi muitíssimo afetada e passei a desejar o suicídio - em duas ocasiões tive forte desejo de me jogar à frente de um carro.

Imagens reais das sequelas das queimaduras químicas
No dia 01/11/2011, quase sem memória, fui levado a um psiquiatra que constatou o meu transtorno (F41.9) – alguns dias após estava buscando ajuda de um psicólogo. Neste mesmo dia passei também por outro médico que constatou as queimaduras químicas em minhas pernas. Estas, ocorridas há oito meses, quando a empresa me mantinha trabalhando em ambiente fechado.

Na época das queimaduras, a empresa não abriu uma CAT, assim como também se recusava a abrir uma CAT por ansiedade e depressão decorrentes do ambiente de trabalho. Mas os meus médicos abriram e o INSS reconheceu com benefício B91 (Auxílio doença acidentário, que é um benefício dado em consequência de afastamento do trabalho por motivo de acidente do trabalho, do qual resulte incapacidade temporária para o trabalhador em consequência das sequelas causadas pelo evento infortunístico, sendo que o valor do benefício corresponde a 100% do salário e deve ser pago enquanto o segurado se encontrar incapacitado para o trabalho).

Mesmo afastado e em tratamento, o RH da empresa me convocou e fui ameaçado tremendamente, com intimidações e calúnias, o que causou grande piora ao meu estado de saúde, necessitando de duplicação das dosagens de medicação, fazendo, inclusive, com que o período de afastamento fosse estendido. (Graças a Deus todo o diálogo foi gravado, o que comprova a minha denúncia).

O INSS me deu alta após seis meses de licença por saúde mental iniciada em 01/11/2011. Após 16 dias de retorno da licença pelo INSS a empresa me encaminhou ao médico do trabalho (da empresa) pela primeira vez. Este, por sua vez, atestou que eu não tinha condições de voltar ao trabalho e me devolveu ao INSS com diagnósticos diferente do que havia sido concedido pelo INSS quando do afastamento por seis meses.

Então, fui encaminhado para casa pela empresa para aguardar até que eles agendassem esta nova perícia. Depois de 22 dias em casa me ligaram informando a data da perícia. Em resumo, estou há meses sem salário, sem qualquer ajuda por parte da Empresa, ainda sofrendo de depressão, e com as pernas sequeladas pelas queimaduras. Há, inclusive, um pedido de aposentadoria por invalidez na Justiça Federal.

O único suporte que recebo hoje é do Sindicato da Alimentação de São José dos Campos, ao qual aproveito o momento para agradecer, na pessoa do seu diretor, Sr. Júlio. E claro que não posso deixar de agradecer a Deus, e aos meus irmãos da Igreja Batista, que têm me dado suporte espiritualmente e em vários momentos me suprindo em alimentos e ajuda financeira.

Sou o testemunho vivo de quem foi assediado e perseguido por fazer parte da CIPA e por promover segurança no trabalho. Hoje estou com um processo trabalhista na 2ª. Vara de Pouso Alegre, no aguardo por audiência. 

Já enviei carta à Comissão de Direitos Humanos e formalizei denúncia aberta ao Ministério Público do Trabalho para que TODOS possam ter acesso ao processo. 

Não há um dia sequer em que tudo que vivi e sofri não passe como um filme em minha cabeça. Tudo ainda é muito difícil, e não há em mim alegria alguma enquanto escrevo, já que continuo fazendo uso, contínuo, de calmantes e antidepressivos.

Quero que este caso venha a público para que outros assediados não se calem, e para que outros colegas se solidarizem, com seus colegas, quando presenciarem alguma situação de assédio, que gravem e documentem o ocorrido, para que maus empregadores sejam punidos e para que pessoas como eu, não percam a alegria e a dignidade – que o trabalho honrado é capaz de proporcionar. Porque esta prática nefasta pode matar ou invalidar o ser humano, para o resto da vida.

*(Nome fictício)

55 comentários:

  1. ESTA EMPRESA DEVE SER PUNIDA E O ASSUNTO DIVULGADO POIS FICA EVIDENTE QUE HOUVE UM "CRIME"...SE O COMBATE AO ASSEDIO NÃO TIVER UMA LEI RIGOROSA EM BREVE O ASSEDIADOS VAI PUBLICAR UM ÔBITO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Anônimo,
      Os trâmites legais já estão sendo buscados pelo "Marcio".
      Também esperamos que a punição seja exemplar e que muita divulgação aconteça para o caso.
      Você está correto, apenas leis mais duras darão fim a esta prática.
      Infelizmente muitos óbitos acontecem motivados pelo assédio moral no trabalho.
      Gratos por sua participação.
      Assediados

      Excluir
    2. Gente, tenho que fazer um trabalho sobre assédio moral, será que esse "marcio" ou qualquer outra pessoa que tenha sofrido não topa responder umas perguntas para o meu grupo?? É urgente!!
      Meu nome é Lorena e o meu email é lorencristy@hotmail.com

      Excluir
  2. VAMOS COMPARTILHAR E COBRAR AS AUTORIDADES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,
      Nós do Assediados contamos com isso.
      Quanto mais Relatos como este, sejam compartilhadas, maiores chances teremos de que as autoridades sejam sensibilizadas e cobradas para que se ponha fim a essa tragédia.
      Gratos por sua participação.
      Assediados

      Excluir
  3. Que absurdo!!

    Vou debater esta matéria com os meus colegas de diretoria e solicitar através de Ofício mais informações ao Sindicato de São José dos Campos e Oficio ao MPT da 3ª REGIÃO.

    Cabe á nós, após conhecimento dos fatos, disseminar o assunto nas redes sociais!

    sindicalsp@oi.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sindicalsp,
      Gratos por sua participação.
      Contamos com a indignação de muitos para mudar a triste realidade de tantos assediados no Brasil.
      O tema realmente necessita de debate, apoio e disseminação em todas as redes possíveis.
      Um abraço
      Assediados

      Excluir
  4. Meu Amigo sou de Florinópolis-SC estou solidária e rezando para vc ficar melhor , sou uma vítima também de Assédio Moral e sei que não é fácil, tenho certeza agora , que nós , assediados, somos muito corajosos e fortes.
    Você como um bom cristão ,pelo que percebo, será um instrumento de Deus para se fazer justiça .
    Deus só escolhe os fortes, corajosos , honestos e capazes para representá-lo aqui, você é um homem de muitas virtudes, por isso lute e tenha certeza que a justiça será feita, você precisa ficar forte para assistir o espetáculo de ver esses irresponsáveis atrás das grades ou ao menos serem punidos com rigor da lei.
    Abraços e estou torcendo por você

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratos por sua participação.
      Apoio e solidariedade é TUDO que um assediado precisa.
      Volte Sempre!
      Assediados

      Excluir
    2. Você é um guerreiro, seja forte e pode ter certeza que da justiça divina ninguém escapa, mas ninguém mesmo. Você vai dar a volta por cima tenha certeza. fique com Deus.
      Eu também fui prova viva de um assedio moral na empresa de grande porte em que trabalhei e fui até mesmo na alta direção mas quer saber pra mim foi bom que os valores que essa instituição preserva que tanto acreditei agora sei que só existe no papel. Que pena pareciam muitos bonitos pra ser verdade fui inocente em acreditar.

      Excluir
  5. Boa Tarde,
    Alguém teria que ter coragem para denunciar esses criminosos e você foi o escolhido porque é capaz e corajoso . A justiça será feita com certeza conhece esta frase?

    "Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação. Digam ao povo que fico!".
    O episódio tornou-se conhecido como "Dia do Fico".
    Então você : "Fica em Paz, Fica Bem, Fica com Deus e Fica tranquilo que tudo será resolvido , Deus é Justiça e Verdade.
    Abraçose e Parabens por sua iniciativa de denunciar e dividir esse momento , estou torcendo por você e para todas as pessoas que estão nessa luta contra os Assediadores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,
      gratos por sua solidariedade ao nosso "assediado do dia".
      Justiça é tudo que um assediado deseja.
      Abraço
      Assediados

      Excluir
  6. Já enviamos um ofício manifestando nossa indignação e cobrando uma punição rigorosa para estes assassinos ao Ministério Publico do Trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro João Paulo,
      Gratos por sua intervenção neste caso.
      Nos sentiremos honrados tendo a Força Sindical como Seguidor.
      Um grande abraço
      Assediados

      Excluir
  7. É um absurdo!!!! A que ponto pode chegar uma empresa.
    Isso é inadimissível, é contra nossas leis dos direitos humanos, e uma humilhação para a classe trabalhadora, que devota horas e dias em prol de metas e bons resultados, e que depois não serve para mais nada. simplesmente te excluem e te FORÇAM a pedir demissão...

    Quanto ao nosso amigo assediado, que Deus ilumine seus passos e que nessa batalha vc seja um grande vencedor!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O assédio moral meu caro Anônimo, vai realmente de encontro a todos os limites do bom senso, do aceitável, do tolerável. Como você bem disse é contra os direitos humanos.
      Ficaremos honrados caso venha a tornar-se um seguidor e divulgador do assediados.com.
      Um grande abraço e volte sempre.
      Assediados

      Excluir
  8. _A infração penal, quando praticada contra um trabalhador, deve ser investigada pela Polícia.
    Art. 197 - Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça:
    Art. 199 - Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a participar ou deixar de participar de determinado sindicato ou associação profissional:
    Pena - detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, e multa, além da pena correspondente à violência.
    _Como Advogado teria o prazer de levar todos os Gestores em Ação também Criminal.

    A OAB de Minas Gerais precisa ser informada!!!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Advogado,
      Realmente é revoltante quando tomamos conhecimento de tais atitudes contra um trabalhador.
      Infelizmente para o cidadão comum, o conhecimento dos direitos e das formas de se defender, são mais lentos do que a maldade e os interesses egoístas de alguns empregadores.
      O desejo do "Assediados" é exatamente este, fazer com que este cidadão tome conhecimento dos seus direitos e de formas para defender-se.
      Acreditamos que as providências legais deste caso, estão sendo tomadas e pretendemos também publicar aqui o desfecho final.
      Embora muitas vezes estas "respostas" sejam lentas, perder a esperança, JAMAIS!
      Volte sempre ao nosso espaço.
      Um abraço
      Assediados

      Excluir
  9. --É a exposição dos trabalhadores e trabalhadoras a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções, sendo mais comuns em relações hierárquicas autoritárias e assimétricas, em que predominam condutas negativas, relações desumanas e aéticas de longa duração, de um ou mais chefes dirigida a um ou mais subordinado(s), desestabilizando a relação da vítima com o ambiente de trabalho e a organização, forçando-o a desistir do emprego".

    --Sou defensor Público e pesquisador no assunto....conheço vários casos mas: este é extremamente bizarro!
    --Sugiro ao Assediados,imprimir o relato e as manifestações populares e encaminha-los a 2ª Vara do Trabalho em Pouso Alegre,ao Ministério Publico do Trabalho,ao Sindicato que esta cumprindo a sua função também se manisfestar da mesma forma e nas Audiências se possível acompanhar o Marcio porque os atos são públicos.

    -Acionar os meios de comunicação,informar os fóruns de debates e encontros que ocorrem no País.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Procurador,
      Gratos por suas sugestões.
      Volte Sempre!
      Assediados

      Excluir
  10. _Que loucura!!!parece coisa da época de Ditadura onde as pessoas eram torturadas...pela foto do local ele trabalhava em carcere privado!
    _Márcio, Deus é fiel...estas pessoas que fizeram isto ainda receberão á justiça que merecem,o meu marido trabalha em uma rádio aqui no Nordeste e vai ler a sua história no ar!

    _Eu não conhecia o blog, parabéns pela divulgação e apoio aos Assediados.....VIREI FÃ DO BLOG!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente cara leitora, parece um retrocesso aos tempos de ditadura.
      Gratos por sua participação e comentário.
      Agradeça por nós ao seu marido radialista pela divulgação do nosso espaço.
      Estamos muito felizes em tê-la como fã e mais ainda quando se tornar nossa seguidora.
      Um grande abraço
      Assediados

      Excluir
  11. Aqui na BAHIA acontece assédio,mas nunca ouvi falar de um caso tão desumano como este.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O grande diferencial deste caso são as provas, que infelizmente nem todos conseguem angariar.
      Contamos com este exemplo, alertar para o que pode estar acontecendo muito próximo e nem sempre tomamos conhecimento.
      Gratos por sua participação
      Assediados

      Excluir
  12. Meus amigos ,

    Na realidade as cicatrizes no corpo não é nada perto das cicatrizes da alma de todos os assediados, que são submetidos a escravidão, apenas por prestarem bons serviços a essas empresas.
    Nós dedicamos a vida inteira ao trabalho, nos anulamos perdemos até nossa identidade em prol do crescimento desse país e em troca olha o que levamos??????? chibatadas!!!! esqueceram de dar nossaa é de alforria.
    Espero que aprovem rapidamente a lei específica para Assédio Moral, se não haverá muitas tragédias ainda relatadas. Essa foi só uma de várias catástrofes contra a humanidade.
    Estou de Luto !!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a mais pura verdade meu caro Anônimo,
      As cicatrizes físicas, podem existir ou não, podem estar curadas ou não, mas as feridas da alma estas sim, sempre estarão lá para nos lembrar do que vivemos e sofremos.
      Este também é o nosso desejo, que leis rígidas e específicas, sejam logo aprovadas. Pois só assim o assédio moral no trabalho será desestimulado e inibido.
      A raça humana fica de luto diante de tantas atrocidades.
      Gratos por sua participação
      Assediados

      Excluir
  13. _LUTO!!!!!É mesmo á melhor definição....Mas tem alguns pontos ainda a destacar,este Sindicato em São José dos Campos que tem cumprido o seu papel em apoiar o Trabalhador,á Igreja que esta suprindo as suas necessidades sejam elas materiais ou espirituais, se estas pessoas não tivessem o apoiando com toda certeza ele não estaria mais vivo ou teria até mesmo buscado fazer justiça com as suas próprias mãos!!!Já tivemos um caso aqui em Santo André que o trabalhador não pensou duas vezes!!! Ainda bem que o Marcio é Cristão!!!
    -Quando somos criança,fomos ensinados que crimes acontecem por causa da desigualdade social... pobreza,fome,falta de moradia entre outros etc.Mas: o assassino aqui é o Empresário e o pior, NÃO é preso por falta de Leis conforme o comentário acima!!!

    _Márcio ,apesar da dor e das sequelas você é o MAIOR DOS BRASILEIROS por ter a coragem de denunciar!!!!
    Fica aqui registrado o meu respeito e da minha família!!!!

    ResponderExcluir
  14. Com toda certeza esta covardia ao trabalhador vai gerar Ação Civil Pública, ações coletivas ou individuais inibitórias.
    Esta Empresa deve ter um rastro de acidentes de Trabalho não comunicados ao INSS e Ministério do Trabalho e uma CIPA de "carochinha" para cumprir apenas legislação com uma rotatividade alta de Técnicos de Segurança, porque um profissional ético não fica em Empresa que pratica crimes como este e vários casos de pedidos de demissão envolvendo Cipeiros.

    São rastros e rastros de evidências que o Ministério Publico do Trabalho vai investigar!

    Tem que denunciar mesmo: ao Ministério Público, OAB, Corregedorias, CNJ, e Comissão dos Direitos Humanos, oque a Empresa vai perder de credibilidade perante a Sociedade é imensa, ainda mais se ela tiver uma marca consolidada.
    Cabe a nós da sociedade, cobrar as autoridades com Manifestações Populares, boicotando a compra de produtos de Empresas que praticam este crime, discutindo o assunto em fóruns específicos, cobrando ações dos sindicatos etc, porque amanhã a minha filha pode ser a próxima vítima, meus netos e bisnetos.

    Parabéns ao Assediados por levantar a Bandeira... e a você Marcio, meus sentimentos de LUTO !!! Mas confiante na Justiça seja ela terrena ou não!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratos por sua participação e sábias palavras.
      Volte sempre!
      Assediados

      Excluir
  15. Nos causa mta indignação, mas fique firme e tenha a certeza q Deus tem olhado por sua vida, Ele é o Juiz dos juízes. Nunca perca a fé.

    Um Grande Abraço

    ResponderExcluir
  16. _Moro em Pedra Azul mas trabalho em Belo Horizonte, conversei hoje com a minha namorada e ela me disse que o nosso Pastor pregou no culto de ontem as perseguições aos Cristãos e leu este relato para mostrar que aqui no Brasil também existe perseguição. Quando abri o link e tomei conhecimento do seu caso percebi que o Assedio Moral esta em todas as faixas sociais e Religiosas.
    _Marcio, o Salmista disse:
    Nunca vi um justo desamparado,
    Nem sua descendência,a mendigar o pão
    Nunca vi um justo implorar,
    E Deus não atender sua oração
    Nunca vi um justo pedir em lágrimas, e Deus nada fazer
    A mão de Deus vai descer sobre esta empresa e as pessoas que lhe fizeram mal serão julgadas e condenadas,o seu caso não vai ser esquecido porque Deus esta no controle.

    ResponderExcluir
  17. É com muita tristeza que constatamos que existem ainda inúmeros casos em que os empregados são submetidos a ações violentas por parte do empregador e seus prepostos , que invadem a autoestima do ser humano e as conseqüências são drásticas : um desempenho aquém das possibilidades , muitos crimes que podem até gerar a demissão do empregado.

    Com certeza á impunidade vai acabar pois já temos duas leis aprovadas:

    Lei veda empréstimos do BNDES a empresas que tenham prática de assédio moral.

    Projeto de Lei nº 4.326, de 2004, sobre criação do Dia Nacional de Luta contra o Assédio Moral
    De iniciativa da Dep. Fed. Maria José da Conceição Maninha

    E outras em andamento,por isto devemos denunciar bizarros como este e cobrar dos Políticos agilidade.

    Talvez este é o momento ideal pois estamos vivendo um processo eleitoral e democrático, para os Sindicalistas é um prato cheio!!!

    Marcio: Meus sentimentos de LUTO por você, sua dor também é nossa,acredite!!!

    ResponderExcluir
  18. A IMPRESSA PRECISA DIVULGAR ESTA HISTÓRIA E O NOME DA EMPRESA DIVULGADA DEPOIS DE JULGADA.....EU NÃO COMPRARIA SEU PRODUTO PORQUE A FOTO DA QUEIMADURA FICOU NA MINHA CABEÇA!
    MARCIO DEUS TE ABENÇOE E TE GUARDE DESTA MÁFIA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, não é possível ficar impassível diante de tais imagens.
      Gratos por seu comentário
      Assediados

      Excluir
  19. O caso precisa de Justiça e uma condenação alta para Empresa para coibir crimes como este.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Evaldo,
      apenas condenações exemplares farão diferença no mundo do assédio moral no trabalho.
      Um abraço e volte sempre!
      Assediados

      Excluir
  20. SEM COMENTÁRIOS PARA UM CASO TRISTE COMO ESTE...ALTO PREÇO PAGO POR QUEM SE PREOCUPAVA COM A SEGURANÇA DE SEUS COLEGAS...ESTE PAÍS PRECISA DE LEIS SEVERAS..
    MARCIO...A SUA DOR É FONTE DE MUDANÇA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhum sofrimento pode ser vivido em vão.
      As marcas deixadas no corpo não são maiores que as deixadas na alma de um assediado.
      Realmente é muito triste, quando constatamos que tudo que ele queria, era exercer o seu trabalho com capricho e competência para o bem comum.
      Também como você, acreditamos que a dor "Márcio" é fonte de mudança!
      Um grande abraço e volte sempre!
      Assediados

      Excluir
  21. Márcio, sei muito bem como você se sente. Também estou passando por isso...
    Gostaria muito de ver a Justiça do Trabalho e o MPT condenando essas
    empresas a pagar valores altos em indenizações e multas por essas barbaridades cometidas.
    As indenizações com valores irrisórios como tem-se visto nas condenções por esse
    motivo até o momento, infelizmente não estão servindo para inibir esse tipo de comportamento,
    pelo contrário cada vez mais estão surgindo mais casos. Em determinados segmentos, como o bancário,
    o assédio moral está virando uma epidemia.
    Precisamos urgentemente de legislação sobre isso, inclusive penal.
    Márcio, tenha força e perseverança... gostaria de me solidarizar com você, pois sei que a situação é muito difícil e que nos piores momentos pensamos em desistir de tudo, mas a nossa vida e a nossa família
    são mais importante do que um emprego.
    Estou torcendo por você e pelo sucesso da tua ação judicial.
    Como você disse que quer que o teu caso se torne público, pediria que, se for possível, você colocar aqui no blog o nº do processo na Justiça do Trabalho para que possamos acompanhá-lo.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,
      Concordamos com você que valores indenizatórios irrisórios não têm nenhum poder educativo, afinal o coração dessas pessoas está nos seus bolsos.
      Infelizmente como os processos trabalhistas não são digitalizados então não é possível acompanhá-los à distância, e como o julgamento está próximo, estamos preparando um novo post onde daremos satisfações a todas as pessoas que se mostraram tão indignadas, compreensivas e empáticas diante de situação tão absurda vivida pelo assediado em questão.
      Gratos por sua solidariedade.
      Um grande abraço
      Assediados

      Excluir
  22. _Este abuso é notícia nas redes sociais...que seja feita a justiça e a Empresa condenada pela justiça e pela população boicotando a compra de seus produtos.
    _Temos que levar este caso para a opinião publica através dos canais de informação.
    _ Parabéns ao Assediados e ao Marcio pela coragem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André,
      Seja muito bem vindo ao Assediados.
      Contamos com a sua indignação e a indignação de muitos para que absurdos como este sejam combatidos.
      Um abraço
      Assediados

      Excluir
  23. Que barbaridade....não podemos nos calar diante de tanta falta de respeito ao ser humano!
    Eu conheço o site Assediados e neste longo tempo recebendo seus posts, nunca vi um caso como este...
    CADE AS AUTORIDADES?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,
      Gratos por sua participação e pela declaração de que nos acompanha a tempos.
      Realmente vermos a materialização do assédio, como nas fotos do "Márcio" sentimo-nos chocados e com o coração em revolta, entretanto mesmo que não haja marcas físicas, a alma dos assediados está dilacerada e ferida, muitas vezes com lesões mais profundas do que somos capazes de avaliar.
      Um abraço e volte sempre!
      Assediados

      Excluir
  24. Este triste caso deveria ser a bandeira de luta contra o Assedio Moral no dia 02/05/2013.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,
      O diferencial deste caso, são as provas visíveis que tanto chocam.
      Infelizmente as marcas emocionais não são mensuráveis nem visíveis.
      Este mês iremos republicar todos os relatos de assédio.
      Gratos pela sugestão e comentário.
      Um abraço
      Assediados

      Excluir
  25. Não sei nem o que dizer direito. Espero que haja justiça, que essa empresa e os responsáveis, tenham seus nomes expostos à vergonha dos seus atos publicamente. E que venham a pagar caro por isso, para que nunca mais esqueçam em suas vidas. Isso não é humano, é impressionante. Fiquei indignado. Espero que o Marcio possa se recuperar e receber as devidas reparações o quanto antes.

    Humberto

    ResponderExcluir
  26. Triste relato....oque mais nos deixa indignado é que ainda não existe leis especificas para punir os agressores e por trás de casos como este, existe alguma grande Empresa que usa de corrupção e troca de favores para abafar o caso!

    Silas

    ResponderExcluir
  27. Bom Dia, gostaria muito de relatar aqui o que está acontecendo comigo. Como faço?

    ResponderExcluir
  28. Meu caso envolve o INPI um lugar que quando entrei em 2006. Nunca ouvi falar. Hoje entendo o por que desse isolamento . Trabalho na Diretoria de Patentes, sou examinador de patentes de uma divisão que esta examinando pedidos de patente de 2003! Algo muito grava ocorre nessa divisão e no INPI. Dentre outras coisas para não dizer coisas mais graves que sugerem a existência de uma quadrilha, prática das mais graves de assédio moral(AM). Venho sofrendo de forma sazonal AM no INPI desde 2008, culminando em 2010/2011 com ameaças de "colegas de trabalho", doentes mentais que sofre de psicopatia de que vão me ferir gravemente, sugerindo pelas coisas horriveis que dizem e até emails que mandam que serei vitima de queimaduras graves. Do jeito que falam e pelos olhares e sorrisos parecem mostrar que raciocinam como criminosos psicopatas e como anunciam o que farão sugerem premeditação de crime. A unica conclusão é que esse INPI precisa ser fechado.

    ResponderExcluir
  29. Assediadores não podem ser considerados como doentes mentais que sofrem de psicopatia, pois agem como agem os psicopatas? Ver abaixo:

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Psicopata

    ResponderExcluir
  30. Outra coisa o crime de AM não poderia ser tipificado como o crime constitucional de tortura, uma vez que se trata de tortura psicológica?

    ResponderExcluir
  31. Meu caso envolve o INPI um lugar que quando entrei em 2006,nunca ouvi falar da existência. Hoje entendo o por que desse isolamento . Trabalho na Diretoria de Patentes, sou examinador de patentes de uma divisão que esta examinando pedidos de patente de 2003! Algo muito grave ocorre nessa divisão e no INPI. Dentre outras coisas para não dizer coisas mais graves que sugerem a existência de uma quadrilha, ocorrem práticas das mais graves de assédio moral(AM). Venho sofrendo de forma sazonal AM no INPI desde 2008, culminando em 2010/2011 com ameaças de "colegas de trabalho"(doentes mentais que sofrem de psicopatia) de que vão me ferir gravemente, sugerindo pelas coisas horriveis que dizem e até emails que mandam que serei vitima de queimaduras graves,ou de grave desfiguração. Do jeito que falam e pelos olhares e sorrisos parecem mostrar que raciocinam como criminosos psicopatas e como anunciam o que farão sugerem premeditação de crime. A unica conclusão é que esse INPI precisa ser fechado é uma autarquia doente,para não dizer coisas mais graves que sugerem tratar de um lugar para prática criminosa.

    ResponderExcluir
  32. Você está procurando um emprestador de empréstimo legítimo? Você realmente precisa de empréstimo urgente para iniciar seu próprio negócio? Você está em dívida? Esta é a sua chance de alcançar seus desejos e damos empréstimos pessoais, empréstimos comerciais e empréstimos corporativos e todos os tipos de crédito de 2% para aconselhamento ou mais informações entre em contato conosco pelo e-mail beverlyloan.institute@gmail.com

    ResponderExcluir