"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Sindicato denuncia prefeitura de Patos por assédio moral

O Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (Simfemp), denunciou a ocorrência de assédio moral por parte da Junta Médica do Município de Patos. De acordo com a entidade, o descanso previsto por médicos através de atestados não está sendo respeitado. A Junta estaria descontando parte dos dias não trabalhados por motivo de doença. A irregularidade ainda incluiria a "humilhação" a alguns servidores que buscam o atendimento.

O sindicato citou o caso da servidora Vania Silva Torres de Medeiros, auxiliar de serviços, lotada na Secretaria de Educação de Patos, que teria sido desrespeitada hoje à tarde pela junta médica de Patos. Ela se submeteu a duas  cirurgias no ombro direito, sendo uma no dia mês de abril de 2011 e a outra no mês de fevereiro de 2012, tendo ainda consequências com o pós operatório, conforme consta em laudo médico assinado por Adriano F M Leite CRM-4421/PB, citando o caso da doença, M75.1/M75.4. Os médicos Dionísio Filho Humberto,  ignoraram o documento e disseram que a servidora não poderia continuar recebendo o salário sem trabalhar.

Além da cirurgia do ombro, Vânia se submeteu a mais duas cirurgias das mamas direita e esquerda, no dia 12 de junho de 2012, e mesmo com o diagnóstico sendo apresentado, ela teria sido obrigada a exibir a área cirurgiada para provar que o procedimento havia sido realizado.

Diante dessa situação, o sindicato anunciou que abrirá processo contra a Junta Médica e a Prefeitura de Patos, além de responsabilizar individualmente os funcionários responsáveis pelo assédio moral.

Fonte: PARLAMENTOPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário