"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quarta-feira, 25 de julho de 2012

Supervisor da Petrol é acusado de assédio moral

Na frente do diretor industrial e funcionários, um supervisor da Petrol voltou a atacar de novo. Segundo denúncias, ele empurrou um diretor do Sindicato dos Metalúrgicos por ter deixado de concluir um item do roteiro de trabalho. Um absurdo que revela o desequilíbrio e o comportamento lamentável, que se repetem mais uma vez.

O pior de tudo é que esse tipo de atitude é tomada na frente do diretor industrial. Importante lembrar que esse supervisor já foi denunciado diversas vezes no jornal da categoria. Mesmo assim, ele parece não se intimidar e continua a perseguir os trabalhadores.

De acordo com dirigentes sindicais, ele é ousado: até mesmo o gerente da empresa, ao defender um funcionário vítima das agressões, foi intimidado pelo supervisor. Mesmo assim, nada é feito para coibir esse comportamento.

No mês passado, segundo os trabalhadores, o supervisor disse na empresa que iria “operar” o joelho de um funcionário para o mesmo ficar “curado”. Precisa dizer mais sobre esse assédio moral?

Diante dos fatos, o Sindicato espera que a direção da Petrol não deixe esse caso impune. Afinal, os trabalhadores já não suportam mais essa rotina de perseguição e humilhação na empresa. É preciso uma providência urgente. O Sindicato, inclusive, está acionando o Ministério Público do Trabalho e outros órgãos competentes para acabar com esse grave problema enfrentado diariamente pelos funcionários.

Fonte: Metalúrgicos da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário