"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


terça-feira, 17 de julho de 2012

HOJE - Professor da Unicamp revela radiografia dramática da saúde física e mental dos jornalistas

Dr. Roberto Heloani

“Vivendo no limite: quem são nossos formadores de opinião?” Este é o tema do Ciclo de Debates Sindjorce a ser realizado nesta terça-feira (17/07), às 18h30, no Espaço Cultural do Sindicato dos Jornalistas do Ceará (SindBar). Promovido com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Ceará, o evento terá como convidado especial o psicólogo Roberto Heloani (foto), professor da Faculdade de Educação da Unicamp, da FGV e da Unimarco. 

Heloani apresentará pesquisa de sua autoria que revela uma radiografia dramática da saúde física e mental dos jornalistas brasileiros. "A experiência clínica nos leva a supor que o estresse nesta área advém, sobretudo, do trabalho que faz do jornalismo uma profissão de risco e também de morte precoce", afirma.

O Ciclo de Debates contará também com a presença do psicólogo Arthur Lobato, repórter cinematográfico da Rede TV!, ex-diretor da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e do Sindicato dos Jornalistas do Estado de Minas Gerais (SJMG). O jornalista falará sobre assédio moral e suas consequências para a saúde do trabalhador. Também fará parte da mesa de debates o advogado trabalhista Carlos Chagas, assessor jurídico do Sindjorce.   

"Parte significativa desses profissionais (jornalistas) não alcança sequer a aposentadoria. Ademais, a partir da implantação de novas tecnologias nas redações nacionais, os usuários - jornalistas em sua maioria - se vêem cada vez mais diante dos Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT). Tais perspectivas, portanto, consideram, respectivamente, a existência de uma relação negativa entre trabalho e saúde mental e entre modos de gestão e saúde em geral", conclui Roberto Heloani. 

Realizado conjuntamente pelos Departamentos de Jornalistas de Imagem e Aposentados do Sindjorce, em parceria com a FENAJ, o Ciclo de Debates faz parte do calendário de pré-encontros promovidos para discutir o programa científico do I Encontro Estadual dos Jornalistas de Imagem (EJIC), que será realizado em Fortaleza no dia 1º de setembro, em comemoração ao Dia Nacional do Repórter Fotográfico, celebrado em 2 de setembro. 

Situação no Ceará 
Pesquisa realizada pelo Sindjorce, em 2010, nas redações do Diário do Nordeste, O Povo e O Estado, constatou que 61,39% dos trabalhadores apresentavam problemas de saúde. Dores nas costas, pescoço e articulações lideravam o ranking. Logo depois, apareciam estresse, ansiedade, problemas de visão, dores nos braços, pernas e articulações, dores de cabeça, depressão e palpitações.

"O jornalista, assim como outros profissionais, tem uma rotina de vida sacrificada por conta do trabalho. Plantões, pautas insalubres (do ponto de vista físico e emocional) e locais de trabalho com estrutura inadequada (iluminação, computadores) são alguns fatores que contribuem para o estresse”, avalia Samira de Castro, presidente em exercício do Sindjorce. 

No entanto, Samira acrescenta que a recompensa financeira insatisfatória é apontada como uma das queixas mais comuns da categoria. “O trabalhador não vê o resultado do seu empenho laboral refletido no contracheque, ou em ganhos sociais, e cai numa rotina de desânimo e sofrimento psíquico", afirma. 

Palestrantes 
Roberto Heloani é professor titular e pesquisador da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e FGV. Livre-docente em Teoria das Organizações (UNICAMP) e pós-doutor em Comunicação (USP), é pesquisador na área de Saúde Mental no Trabalho e Assédio Moral/Sexual.

Psicólogo e repórter cinematográfico da Rede TV!/MG, o jornalista Arthur Lobato desenvolve projetos sobre saúde do trabalhador, tendo realizado dezenas de palestras em vários estados no Brasil. Foi vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) e 2º tesoureiro da FENAJ.

Serviço:
Ciclo de Debates Sindjorce - “Vivendo no limite: quem são nossos formadores de opinião?”
Com o psicólogo Roberto Heloani (FGV), o jornalista Arthur Lobato (Rede TV! Minas Gerais) e o advogado trabalhista Carlos Chagas
Terça-feira, dia 17 de julho, às 18h30
SindBar - Rua Joaquim Sá, 545, Dionísio Torres, entre Nunes Valente e Tibúrcio Cavalcante, próximo a Assembleia Legislativa  

Mais informações: 
Samira de Castro, presidente em exercício do Sindjorce
(85) 3247-1094

Fonte: Agência da Boa Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário