"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre"

"Sofrimento é passageiro, desistir é para sempre" Lance Armstrong


quarta-feira, 4 de abril de 2012

Randon terá de pagar R$ 600 mil por assédio moral

Três empresas do grupo foram condenadas

Três empresas do grupo Randon – a Randon S.A. Implementos e Participações, Fras-Le S.A. e Suspensys Sistemas Automotivos Ltda. – terão de pagar R$ 200 mil cada por dano moral coletivo. De acordo com a 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RS), foi “evidenciada a prática de assédio moral coletivo por parte das empresas rés, que ameaçaram grupo de empregados com dispensa sem justa causa como forma de forçar estes a aceitarem alteração contratual”. O valor deverá ser revertido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

De acordo com a ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho de Caxias do Sul, as empresas teriam elaborado novos turnos de trabalho para seus empregados, que teriam sido coagidos a assinar acordos individuais para alteração de contrato com os novos horários, sob pena de serem despedidos. A prática de ameaçar de demissão para obter “colaboração” do empregado teria se dado, principalmente, após a contratação de novo gerente de recursos humanos.



Fonte: Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário